Home / Notícias de Rondônia / Prefeitura de Pimenteiras realiza campanha para doação de medula óssea

Prefeitura de Pimenteiras realiza campanha para doação de medula óssea

A Prefeitura de Pimenteiras do Oeste, por meio da Secretaria de Saúde, através da Secretária Elizane Teodoro, estará realizando a primeira campanha de doação de medula óssea no município. A ação ocorrerá nos dias 24 de abril, no Hospital Municipal de Pequeno Porte, João Cancio Fernandes Leite, das 9h, às 17h, foram acertados os últimos detalhes da campanha, entre o prefeito João Miranda e colaboradores do projeto.

Esta é uma ação de suma importância, pois temos cidadãos angrenses que necessitam do transplante e a campanha pretende identificar possíveis doadores. Por outro lado é bom ressaltar que o banco de dados será alimentado e assim pode-se chegar à identificação de outros doadores. O Transplante de medula óssea é a única esperança de cura para muitos portadores de leucemias e outras doenças do sangue e do sistema imunológico – disse Elizane Teodoro, Secretária de Saúde do município.
O cadastro, que será feito durante o dia da campanha, é simples, rápido e funciona da seguinte maneira: ao chegar ao Hospital, o voluntário deve mencionar seu interesse a ser cadastrado como doador de medula. Fazendo isso, o doador passará por um processo de triagem padrão, aplicado também ao doador de sangue, depois o voluntário seguirá ao salão de coleta, onde serão coletados 4ml de sangue, que serão tirados do braço do voluntário, para testagem e armazenamento dos dados no Redome.
Segundo o prefeito estaremos efetivando a divulgação desta campanha, para que possamos conseguir o maior número de voluntários possíveis. Também esperamos que voluntários das cidades vizinhas compareçam a este evento de solidariedade, destacou o prefeito João Miranda.
Passo a passo para se tornar um doador
– Qualquer pessoa entre 18 e 54 anos, com boa saúde poderá doar medula óssea. Esta é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções, sob anestesia, e se recompõe em apenas 15 dias.
– Os doadores preenchem um formulário com dados pessoais e é coletada uma amostra de sangue com 4ml para testes. Os testes determinam as características genéticas que são necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente.
– Os dados pessoais e os resultados dos testes são armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.
– Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação.
– Tudo seria muito simples e fácil, se não fosse o problema da compatibilidade entre as células do doador e do receptor. A chance de encontrar uma medula compatível é, em média, de uma em cem mil.
– Por isso, são organizados registros de doadores voluntários de medula óssea, cuja função é cadastrar pessoas dispostas a doar. Quando um paciente necessita de transplante e não possui um doador na família, esse cadastro é consultado. Se for encontrado um doador compatível, ele será convidado a fazer a doação.
– Para o doador, a doação será apenas um incômodo passageiro. Para o doente, será a diferença entre a vida e a morte.
– É muito importante que sejam mantidos atualizados os dados cadastrais para facilitar e agilizar a chamada do doador no momento exato.
Como é feita a doação
Será retirada do voluntário uma pequena quantidade de sangue (4ml) e preenchida uma ficha com informações pessoais. Seu sangue será tipificado por exame de histocompatibilidade (HLA), que é um teste de laboratório para identificar suas características genéticas que podem influenciar no transplante. Seu tipo de HLA será incluído no cadastro. Os resultados são confidenciais e servem apenas para os fins do Redome. Seus dados serão cruzados com os dos pacientes que precisam de transplante

de medula óssea constantemente. Se você for compatível com algum paciente, outros exames de sangue serão necessários. Se a compatibilidade for confirmada, você será consultado para confirmar que deseja realizar a doação. Seu atual estado de saúde será avaliado.
AUTOR E FOTO: WILMER G. BORGES.

About Rondônia Atualidades

Agência Rondônia Atualidades LTDA-ME

Check Also

17ª Leilão “Direito de Viver” em prol do Hospital de Amor acontece nesse domingo

Acontece neste domingo, 02, o 17ª Leilão Direito de Viver, no Parque de Exposições de …