Home / Notícias de Rondônia / Porto Velho terá Centro Socioeducativo com capacidade para 90 internos
Adolescentes fizeram uma apresentação de capoeira

Porto Velho terá Centro Socioeducativo com capacidade para 90 internos

Porto Velho terá um Centro Socioeducativo com capacidade para adolescentes. A ordem de serviço foi assinada nesta quarta-feira (29) durante evento em que internos participaram com uma demonstração de capoeira. Segundo o governador Confúcio Moura, a obra atende os princípios do Estatuto da Criança e do Adolescente e do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

O Centro Socioeducativo vai abrigar 90 adolescentes e custará R$ 13 milhões, recursos oriundos do BNDES, através do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica (Pidise). A unidade terá campo de futebol, ginásio poliesportivo, teatro de arena, espaço ecumênico, sala e oficina multiuso, escola, área para cultivo e sala de visita, entre outros.

O governador explicou que a Vara da Adolescência e Juventude pediu para melhorias no sistema de acolhimento aos menores infratores e que a iniciativa é um resposta à demanda. Ele disse que ainda que o modelo da obra é similar a outros do país, mas argumentou que não basta apenas apresentar um prédio bonito. “O jovem infrator deve receber o tratamento que assegurado por lei para que saia recuperado”, disse.

O secretário do Planejamento, Orçamento e Gestão, George Braga, explicou que o estado deve se preocupar com o adolescente que sai de uma unidade de recuperação, que deve ter todos os meios para que tenha uma vida como um cidadão comum.

Governador assinou ordem de serviço para construção de centro
Governador assinou ordem de serviço para construção de centro

Já o secretário de Justiça, coronel Marcos Rocha, que também é educador, usou sua história como estímulo aos internos presentes ao evento. Disse que perdeu a mãe quando ainda era criança e que não faltaram amizades que o chamaram para que enveredasse pelo mundo do crime. Segundo ele, quando passou no concurso para a Polícia Militar rememorou a situação de risco que tinha superado.

Ex-socioeducador, o vice-governador Daniel Pereira recordou que quando atuou na área, como gerente de setor, conheceu um interno portador de hanseníase que era ameaçado de morte pelos demais adolescentes. Após ser explicado que a doença não era uma ameaça ao grupo o menor passou a ser aceito. A família, entretanto, preferiu levá-lo para outro local e, na despedida, ele foi abraçado por todos os que antes queria mata-lo.

O centro socioeducativo está localizado no bairro Escola de Polícia, onde haverá, no futuro, uma Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp). A unidade vai contar com profissionais que terão a missão de proporcionar a transformação dos internos. O ambiente será de disciplina, mas que preservará a integridade física e psicológica dos internos, ao mesmo tempo em que buscará desenvolver valores éticos e morais.


Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Decom – Governo de Rondônia

About Rondônia Atualidades

Agência Rondônia Atualidades LTDA-ME

Check Also

MP-RO solicita que Governo e Sejus façam a demolição de antigo presídio em Ariquemes

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) acionou o Tribunal de Justiça (TJ-RO) contra o governo …