Home / Educação e Saúde / Governo humaniza atendimento a presos com problemas psiquiátricos; muitos são abandonados pela família
Pacientes que cumpriram pena são abandonados e ficam sob a guarda do Estado

Governo humaniza atendimento a presos com problemas psiquiátricos; muitos são abandonados pela família

A Lei Estadual 3.698, publicada no Diário Oficial de 22 de dezembro, que regulamenta o atendimento à pessoa com transtorno mental em conflito com a Lei no âmbito da Comarca de Porto Velho será prestado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), com assistência da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e da Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas).

De acordo com o secretário de Saúde, Williames Pimentel, os presos começaram a ser removidos há pelo menos 60 dias, em grupo de três, para que passassem por nova avaliação psicológica, já que muitos – os que ainda cumprem pena – têm comportamento agressivo e a remoção de todos juntos poderia causar danos à integridade física dos detentos.

Williames Pimentel afirma que no total, 24 presos são atendidos hoje pelo programa, 14 ainda cumprem sentença e são abrigados na casa 1. Outros 10 estão na casa 2, denominada de Residência Terapêutica. São pessoas que cumpriram suas penas e estão em liberdade, mas por rejeição de suas famílias, permanecem sob a custódia do Estado.

SEM OPÇÃO
Egilton Fernando Santos, 47 anos, está há mais de 20 anos em Rondônia. Ele é um dos pacientes que já cumpriram pena, mas ainda estão sob a guarda do Estado. De acordo com ele, sua família é de Minas Gerais. Alguns parentes estiveram em Rondônia, mas não demonstraram interesse de ter sua guarda, por isso, relata, fica na casa, onde é bem tratado, assegura.

Segundo a coordenadora do programa, Carolina Rodrigues, todos os abrigados passam, a cada seis meses, por nova avaliação psiquiátrica feita por equipe médica da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). Ela afirma que as casas possuem infraestrutura para atender aos abrigados, além de pessoal técnico, enfermeiros e médicos.


Fonte
Texto: Zacarias Pena Verde
Fotos: Ítalo Ricardo
Secom – Governo de Rondônia

About Rondônia Atualidades

Agência Rondônia Atualidades LTDA-ME

Check Also

Rede estadual anuncia abertura de matrículas com previsão para mais 40 mil novos alunos em Rondônia

A rede estadual de ensino de Rondônia se prepara para receber no ano letivo de …