Home / Notícias de Rondônia / Escolas não terão vigilantes armados novamente, afirma secretária, em RO
Pais e professores se reuniram na Seduc por mais segurança em escolas (Foto: Ísis Capistrano/ G1)

Escolas não terão vigilantes armados novamente, afirma secretária, em RO

A secretária estadual de educação, Maria de Fátima Gavioli, afirmou, na manhã desta sexta-feira (10), na Secretaria Estadual de Educação (Seduc), em Porto Velho, que as escolas não voltarão a ter vigilantes escolares novamente e que a pasta vai continuar a contratar empresas para fazer monitoramento com câmeras e alarmes.

A secretária participou de uma reunião na manhã desta sexta, com pais e professores de alunos da Escola Estadual Bela Vista, furtada três vezes no Bairro Conceição, segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Rondônia (Sintero). Eles pediam mais segurança e, se possível, a volta da segurança armada com vigias escolares.

A escola teve lousa digital, computadores, notebook, caixas de som amplificadas, mesa de som e até documentos furtados. As câmeras e equipamentos de segurança também foram levados. As aulas estão suspensas, pois além do prejuízo financeiro, a instituição também perdeu o conteúdo de pesquisas, trabalhos, projetos e todos os dados da administração.

A Seduc sofre duras críticas pela decisão de trocar vigilantes escolares por câmeras de segurança, desde outubro de 2013. Na época, o anúncio causou revolta na categoria de vigilantes que realizou diversos protestos em todo o estado. Já o Sintero alega pedir exaustivamente uma solução para a falta de segurança nas escolas e defende a realização de concurso público para vigias escolares. “Antes da terceirização, as escolas possuíam vigias e não se ouvia falar em arrombamentos e roubos nas unidades escolares”, alegou o sindicato em nota oficial.

Ao G1, a secretária afirmou que a pasta não voltará a contratar segurança armada para as escolas e vai continuar na aposta em empresas para realizar o monitoramento com câmeras e alarmes nas escolas. Ela classificou a situação como “uma batalha que a secretaria vai vencer”, e expôs que a tática de monitoramento escolar com câmeras deu certo no município de Ariquemes.

“Esse monitoramento, no início, é muito desconfortável para a comunidade. Mas tanto a comunidade do bairro quanto a escolar devem entender que a escola é um bem para todo mundo”, disse.

Para a secretária, as escolas devem trazer a comunidade para dentro do ambiente escolar e conscientizar pais e alunos sobre a importância do estabelecimento. Ela ressalta que a pasta vai trabalhar em parceria com a Polícia Militar e já tem um processo de licitação de empresas para atender necessidades de segurança das escolas.

Quanto a escola Bela Vista, o material será reposto e o monitoramento por meio de câmeras vai continuar. “Estamos tendo alguns controversos e casos de furtos, mas temos certeza de que a criminalidade vai diminuir ainda mais, por que já diminuiu cerca de 70 %”, concluiu.

G1 RO

About Rondônia Atualidades

Agência Rondônia Atualidades LTDA-ME

Check Also

MP-RO solicita que Governo e Sejus façam a demolição de antigo presídio em Ariquemes

O Ministério Público de Rondônia (MP-RO) acionou o Tribunal de Justiça (TJ-RO) contra o governo …